Enquanto o mundo espera que os órgãos reguladores dêem o seu aval para que a Google assuma o controle da Fitbit, permitindo assim ao gigante das buscas a oportunidade de conquistar o mercado de dispositivos vestíveis, aqui fica um nome surpreendente que está a procurar formas de entrar no negócio. Estaremos perante um Smartwatch da Tesla?

Sabemos que a Tesla gosta de manter a sua gama de produtos bem variada, não é?

Sim, eles obviamente são especializados em carros, mas também recentemente a empresa envolveu-se com a SpaceX, e no início deste ano construíram ventiladores pulmonares com peças que tinham nos seus armazéns.

É seguro dizer que os engenheiros da empresa são habilidosos. Agora, de acordo com um novo documento do GCC, a Tesla está a desenvolver um smartwatch.

Mas Smartwatch da Tesla, como assim?

A Xplora Technologies é uma empresa, com sede na Noruega, que se foca na construção de smartwatches para crianças.

Recentemente, submeteu um pedido junto da FCC para um novo smartwatch e listou a Tesla como empresa envolvida com este produto.

O pedido naturalmente mantém uma grande parte do projeto em segredo, mas “Tesla Motors” está listada no documento.

Então, o que Tesla está a planear fazer, ou melhor, ganhar com essa parceria?

Em primeiro lugar, vamos mergulhar no que estas empresas estão de fato à procura nos seus pedidos de patente.

Elas querem aprovação para o uso de conectividade nos seus smartwatches X5 Play/X5 Play eSIM. Isso fará com que o utilizador seja seguido e possa enviar e receber mensagens de voz e texto.

A Tesla provavelmente está envolvida nesta parceria para obter conhecimento sobre o software do smartwatch e para que ela mesma possa produzir uma aplicação para controlar os seus carros.

O Modelo 3 e o Modelo Y mostraram que a Tesla está-se a distanciar do modelo de chave convencional e em caminho da tecnologia mobile, portanto o desbloqueio pelo smartwatch e poderá ser o próximo passo.

Outra perspectiva seria a de Tesla pretender permitir que crianças (e adultos) tenham acesso à sua frota de táxis através do smartwatch que identifica essa pessoa como “aquela que pediu aquele táxi”.

Isto tudo é especulativo e talvez, apenas talvez, possa eventualmente levar a Tesla a lançar algum tipo de telefone no futuro.

Sabemos que a Tesla gosta de manter tudo dentro de quatro paredes, e então talvez isso faça sentido.